Na infinita Luz de Amitaba

06.04.2020

“O terceiro grão de areia e… fim”

By Maria Jecko

 

 

Queria ser o terceiro grão de areia saído do Ganges,

Conquistar alguns méritos,

E assim ganhar um momento infinitesimal

E caminhar entre as árvores de brilho de Amitaba,

Nas terras do longe, que chego a pensar que estão tão perto.

 

Ganhar um grão de areia

Que só o Ganges pode oferecer;

Nada portar sobre os ombros ou nas mãos.

Chegar com os meus pequenos e humildes méritos,

Recebidos pelos olhares, pelas palavras,

Pelos abraços dos seres sencientes;

Os mesmos seres que nos ajudam

A conquistar o terceiro e final

Grão de areia saído do fundo brilhante do Ganges.

 

Sob a Luz Infinita de Amitaba,

Poderei caminhar a passos curtos

E certos por entre as árvores cintilantes,

Da terra de Amitayus.

As árvores enfileiradas não se tocam,

Pois o brilho de cada uma serve

Para iluminar cada um dos méritos conquistados

Dos seres sencientes que encontro,

No Dharma que me conforta e na

Descoberta de ser o ‘Buda de si mesma’.

 

Árvores de ouro com folhas de berilo;

Frutas de rubi que iluminam os

Passos firmes para continuar a caminhada.

 

As preciosidades do mundo

Infinito da Luz de Amitaba são inúmeras,

Como podem ser inúmeros os méritos.

Saibamos caminhar.

 

Na árvore de prata, o contraste

Do brilho está nas pedras de âmbar,

Perfazendo uma coloração que nem

O Ganges pode oferecer,

Aos olhos de um pássaro no alto da nuvem.

 

 

A árvore da sabedoria,

Consegue reunir todas as preciosidades

Do mundo Infinito da Luz de Amitaba;

Os frutos do conhecimento são como

A pedra de coral, da ágata, do rubi,

Do berilo, do azul lápis-lazúli.

 

Somados a outras infinidades de pedras coloridas,

Perfazem um imenso arco-íris

Que une todas às dez regiões,

Do norte ao sul, do leste ao oeste,

Que contorna o mundo de Amitaba,

Abraçando os seres sencientes,

Na fraterna comunidade Sanga.

 

Em cada uma das cores desse imenso arco-íris,

Brilha o poderoso Dharma,

Brilha o grande Muni,

Brilham todos os Tathagatas,

Brilha o sorriso de Arya Tara,

Brilha a Sanga da unidade e proteção.

 

Na terra Infinita da Luz de Amitaba

Os seres sencientes só podem ser felizes,

Livres dos sofrimentos.

Terra de Amitaba,

Terra da paz e da felicidade.

 

(Lumbini, agosto 2019)

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure pelas Tags
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

Procure pelas Tags

Please reload