Gaia, a filha da mãe Terra

16.04.2020

Um dia lá no céu, a muitos e muitos anos atrás, Deus estava conversando com os seus Anjos que vivem com ele. Tinha até uns anjos menores, ainda estudantes da Escola Celestial que estavam junto com o professor Petrus. Aliás, o professor dos Anjinhos, Petrus, era um anjo bem legal que deixava a turma fazer aquela bagunça na sala de aula, mas só um pouquinho de bagunça porque o diretor Peter era muito sério e não gostava de farras na sala de aula. A Escola Celestial é a preferida de Deus, pois ali os anjinhos aprendem tudo o que vão precisar para ajudar as crianças e adultos que irão nascer em outro planeta.

 

Então, Deus estava conversando com os anjos dele, e todo mundo estava sentado com as asinhas recolhidas, não estavam abertas, e prestando atenção. O professor Petrus estava ao lado do diretor Peter.

- Queridos anjinhos! Vocês sabem que são muito importantes para mim. Vocês é que cuidarão das pessoas que irão chegar lá num outro mundo.  Estou pensando em criar um planeta bem grande, bonito, azul, com muitos mares, rios e lagos. Ah, muitas árvores e animais: pássaros, bois, cachorros, gatos, vacas, elefantes, girafas, leão, onça, tigre, enfim uma grande família de animais. Um planeta redondo, que vai ficar rodando bem devagar, para que possamos ter um dia e uma noite... um dia e uma noite...sempre assim.

 

- O que vocês acham? Perguntou Deus para os anjinhos, ao diretor Peter e ao professor Petrus.

- Eba! Que lindo esse planeta, bem colorido e cheio de bichos! gritou a Maria, um anjinho dos mais novos.

- Olha Senhor, eu quero ir para lá ajudar e cantar, tocar harpa, disse, Carlos, um anjinho de pele negra. Vai ser legal!

- Meu Senhor, que linda ideia! Mas estou aqui pensando se nesse Planeta vai ter só natureza e animais.  Poderia ter mais coisa, porque ele vai ser muito grande. Vamos povoar esse planeta! Perguntou o diretor Peter.

- Isso mesmo, gritaram todos os anjinhos juntos. A gente quer trabalhar muito nesse planeta Senhor. Cria mais coisas! Disseram.

Então, Deus, sorriu, deu uma linda gargalhada e disse:

- Ora, vocês leram o meu pensamento! Sim, vai ter gente lá nesse planeta, vamos chamar de SERES HUMANOS, pessoas, mas todos sem asinhas. Não serão anjos, pois anjos eu já tenho muitos, e que me dão bastante trabalho. Sorriu depois, piscando os olhos para o professor Petrus, que concordou sorrindo também.

 

O anjo Maira, uma das mais grandinhas, logo quis saber:

- Como vão ser essas pessoas, hummm. Senhor, estou aqui tentando imaginar, mas fico preocupada se essas pessoas serão bondosas, principalmente com os animais, com as crianças e os idosos. Não seria bonito ver essa gente maltratando os animais, disse o anjo Maira, fazendo cara de triste, preocupada, e levantando as asinhas.

 

- Calma anjo Maira, disse o Senhor. Estamos fazendo uma programação para que sejam homens e mulheres, e crianças também a morar nesse planeta.

- Ah! Gritaram de novo os anjinhos. E logo o anjo mais velho, que todos gostam e chamam de Jô, disse: Senhor, num vai ter pessoas mais velhas nesse planeta? Para serem avós, e avôs, tios e tias das crianças, primos e primas. Muito importante, as crianças terem avós para poder contar historinhas, brincar, ir à praia. E ter amiguinhos para irem à escola  também, igual aqui na Escola Celestial com os anjinhos alunos.

- Bem lembrado, anjo Jô! Vou providenciar os avós e os tios, e os primos. Vamos ter muitas famílias nesse planeta.

- Eba! Gritaram os assanhados anjinhos do Senhor, logo pulando e dançando, cantando, tocando harpas. O professor Petrus também começou a dançar de alegria. Todos da escola celestial estavam felizes pelo novo planeta que o Senhor iria criar.

- Mas... atenção anjinhos e professor. Temos um problema. Disse Deus, logo deixando todos preocupados e tristes.

- Calma anjinhos, não fiquem tristes. Não é um problema sério!

- Aff! Suspiraram os 435 anjinhos do Senhor.

- Precisamos dar um nome para esse planeta! Pronto. E agora? O que vocês me sugerem? Perguntou Deus!

Silêncio profundo, até que...

- A anja mais nova, e mais quieta da turma, levantou a asinha e pediu para falar. Ela estava lá no canto da sala, e o Senhor podia vê-la claramente.

- Oh! meu anjo querido, diga para o Senhor o que você está pensando, disse Deus.

Todo mundo se voltou para o cantinho da sala procurando quem falava.

- Senhor, esse planeta poderia ter o meu nome: Gaia.

Suspiros na sala e muitas trocas de olhares entre os anjos.

 - O meu nome quer dizer a mãe terra, aquela que protege os rios, os mares, as florestas, os animais, os seres humanos que o Senhor vai criar.  Será que estou falando demais? Perguntou todo tímido o anjinho Gaia.

 

 

 

E... Novamente uma gritaria, só que dessa vez até Deus gritou e bateu palmas!

- Olha que nome lindo para o novo planeta: Gaia, Terra, a mãe que cuida de todos. Então anjinhos, gostaram?

Logo todos os anjinhos ficaram em volta do anjo Gaia agradecendo pelo nome escolhido.

E foi uma tarde de festa na Escola Celestial, com Deus, o diretor Carlos e o professor Petrus, Gaia, Jô, Maira e todo mundo cantando e batendo as asinhas de alegria.

- Viva Gaia! Viva a Terra. Gritaram!

E assim nasceu o planeta Terra. Gaia, a mãe terra, a mãe protetora de todos do planeta.

 

FIM

                                                   Anjinho Gaia

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure pelas Tags
Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

Procure pelas Tags

Please reload